Estágios de preparação, modificações e recomendações para Subarus parte 2

Dando sequência ao último post onde comentei sobre o básico que se pode fazer no carro para melhorar ele bastante e tirar o máximo de um remap com pouco investimento, vamos discutir agora alguns pontos adicionais que podem ser modificados – dessa vez com mais investimento – e os resultados normalmente obtidos.

Aqui as coisas começam a complicar levemente e todas as modificações tem que ser muito bem casadas – não adianta fazer como os mágicos que compram o carro completamente original e acham que colocando uma turbina gigante vão ganhar alguma coisa! Todas as modificações listadas abaixo devem ser associadas às modificações do primeiro artigo  (escapamento, velas, EBCS e outros).

Bicos injetores e bomba de combustível já são necessários pra quem quer um pouco mais, mas mantendo margem de segurança. Esses itens vão permitir que a pressão da turbina seja aumentada consideravelmente, até o limite das originais TR035, TD04 ou VFs do Subaru, e também vão permitir que se utilizem turbinas maiores e/ou outros combustíveis além da Gasolina Podium, como um rabo-de-galo puxado mais pro etanol ou etanol puro (em breve farei um artigo somente sobre como escolher uma bomba de combustível e será bombástico…).

Com relação aos bicos injetores, nos projetos em geral eu vejo: para gasolina Podium ou rabo-de-galo com uma leve quantidade de etanol (até aprox. e30-e40) bicos de 725cc no mínimo. Os de 1000cc alimentam fácil até aprox. 400cv – sendo esse o limite praticável da gasolina pura com as modificações bem casadas.

p1030118Para etanol ou rabo-de-galo mais puxado pro etanol, pode-se usar bicos de 1000cc também, porém eles normalmente não alimentam potências muito maiores do que o nível de uma turbina original (VF grande). Se você está trocando por uma turbina maior que a VF ou pretende rodar com pressão máxima da VF, são recomendados bicos injetores de 1300-1600cc ou até mesmo 2000cc para uso com o etanol dependendo do objetivo futuro. Todos os dados baseados em mistura de ar/combustível segura praticada no mundo real das preparações, nada de carros com mistura pobre (magra) demais, rica (gorda) demais ou exageradamente gastões – sim, tem muita gente rodando assim no Brasil e além de achar isso normal não sabe os riscos de rodar com um carro exageradamente rico/gordo…

(um GRANDE parênteses aqui: COMPRE BICOS INJETORES DE MARCAS CONFIÁVEIS, não recomendo de forma alguma bicos retrabalhados ou de baixa qualidade vendidos por ai…. Eu não “arrisco” remap em carros com bicos injetores duvidosos pois sei a péssima qualidade do acerto final – o que não condiz com o nível do meu trabalho. Compre marcas como DW, ID, ASNU, Bosch original, Denso original etc. Pague um pouco mais para ter caracterizações do conjunto de bicos que você está comprando, faz toda a diferença e você não vai se arrepender no futuro).

(outro parênteses: não dê ouvidos às lendas que contam por ai sobre problemas dos bicos grandes, que são ruins, que a lenta é isso, que o consumo é aquilo etc etc. ISSO É COISA DO PASSADO! Consulte alguém que conheça de verdade o negócio – por exemplo a MRACE –  e compre bicos injetores de marcas confiáveis com caracterização que você não terá problemas).

Com o carro “bem alimentado” de combustível, agora é hora de partir pras brincadeiras mais complexas:

  • 802332383_95479upgrade da turbina original – possível para turbinas que não extrapolem a potência máxima que o motor e/ou câmbio originais suportam. Não use uma turbina menor nem maior do que o seu carro precisa: USE A TURBINA CERTA. O custo pra fazer gambiarra e conseguir usar bem uma turbina errada é o mesmo, senão maior, do que o custo da turbina certa;
  • upgrade do intercooler para TMIC (Top Mount Intercooler, o montado em cima do motor) do STi – recomendável, principalmente se o carro continua na gasolina. Para etanol já não se faz tão necessário nesse ponto / até aprox. 450cv. Lembre-se de que o undertray / bandeja do scoop precisa acompanhar o tamanho do novo intercooler;
  • substituição da BOV|BPV (válvula de descarga) – necessário caso seu carro seja dos modelos mais novos (2008+) e/ou possua uma BOV|BPV de plástico (!!!). Recomendável também no caso dos WRX mais antigos com upgrade de turbina ou usando pressão maior que 1.4 bar / 19 PSI. OBS: Não recomendo em praticamente hipótese nenhuma uma BOV atmosférica, algumas pessoas podem até achar legal o som, mas os danos causados em alguns componentes do carro ao longo do tempo não são muito baratos…

Modificações complementares que ajudam (e muito):

  • 14712542_1413777755595617_8120911056047070675_oSubstituição da wastegate das turbinas originais por uma dimensionada. Quando dimensionada por alguém que entende é sucesso garantido 🙂 ;
  • Separador de ar e óleo (ou catch tank de óleo pra pista): ajudam a descontaminar a mistura dentro dos cilindros e são _obrigatórios_ para carros rodando no etanol. Recomendo para todos os veículos incluindo os de rua e rodando na gasolina;
  • Inlet da turbina em silicone: pode parece uma modificação estética, mas está longe disso. Recomendo;
  • Radiador de óleo: especialmente para os veículos com motor 2.5 (EJ25) ou para todos os carros que são usados em pista, track day etc independente da motorização.

Os ganhos nesses cenários são muito variados e vão depender do tipo de motor, turbina, combustível etc. EJ25 com miolo original na gasolina, como boa prática não deve exceder os 350cv com mistura de ar/combustível relativamente “normal” por perigo de quebra da canaleta do pistão e outros problemas intrínsecos desse modelo. Já o EJ207 com uma TD05 ou VF grande/dimensionada é capaz de render próximo dos 400cv na Podium ou um pouco mais no etanol com as modificações certas mantendo o miolo original. Como sempre, tudo depende de tudo e das modificações estarem bem casadas.

No fim das contas, usar a turbina corretamente dimensionada, bicos injetores de qualidade, o intercooler correto, uma bomba de combustível confiável e tudo que foi discutido até agora vai garantir que o seu projeto tenha QUALIDADE. Qualidade na preparação, aliado com um bom remap te entrega um carro com funcionamento progressivo, previsível e que no mundo real resulta em performance, tempo em pista, economia de combustível e uma durabilidade muito grande – de anos, não meses. Quem dirige um carro acertado pela MRACE dirige qualidade e percebe a diferença pois até o básico é pensado.

p1020940Nos próximos artigos serão abordados temas individuais: como escolher uma bomba de combustível, o que analisar em uma turbina, caracterização de bicos injetores, recomendações individuais por motor/modelo etc etc para auxiliar preparadores e donos de Subaru nas suas decisões antes de partir para os upgrades consideráveis de potência – Até o próximo artigo.

Abraços e boa preparação!

About Marcio 7 Articles
Formado em computação, eletrônica, mestrando em engenharia, tuner, mapper, montador de motores, especialista Unix, hobbysta em elétrica e eletrônica, autodidata, curioso e viciado nessas m?!?!!!? de carros, computadores e dispositivos eletrônicos/eletro-mecânicos/eletro-pneumáticos :-) tentando trazer um pouco mais da tecnologia, conhecimento e qualidade que existe lá fora para o mercado nacional.

11 Comments

  1. Tenho um Impreza 93 e estou fazendo o motor com pistao forjado bicos de 120lbs injeção programável com turbina pequena e para andar com pouca pressão (Max.1 bar)
    Comprei um ej22 e estou querendo fazer ele mais forte e com tempo para trazer peças u.s.a. oque aconselha ?

    • Olá Nando, tudo vai depender do seu objetivo de uso e potência. Nenhum motor opendeck como o EJ18, EJ20 ou EJ22 dos modelos aspirados vai chegar próximo dos 360-380cv com segurança devido ao fato das paredes dos cilindros não possuírem apoios. Honestamente, dependendo do “motor mais forte” que você planeja você gastaria menos dinheiro comprando um EJ207 já com eletrônica completos de algum vendedor do Facebook ou do Fórum do Clube Subaru e além de gastar menos teria mais segurança e mais performance com um motor bem melhor.

  2. Marcio, qual o problema envolvido e quais componentes normalmente são afetados pelas BOV atmosfericas nos EJ255? Poderia dizer os principais componentes e tipos de danos causados? Obrigado!

    • Olá Paulo. No Subaru a recirculação da descarga da válvula (BOV/BPV) é feita após o sensor de fluxo de ar (MAF) então todo o ar descarregado ali é contabilizado pela ECU e considerado nas próximas injeções de combustível. Com a utilização de uma BOV atmosférica esse ar não existe mais no sistema (pois é descartado na atmosfera) e a ECU do Subaru não possui ajuste para esse tipo de evento, consequentemente adicionando muito combustível em momentos onde ele não é mais necessário. Isso resulta em fenômenos já conhecidos ocasionados por excesso de combustível, especialmente em baixa rotação ou sem carga no motor – o excesso de combustível “lava” a lubrificação dos cilindros podendo ocasionar desgaste prematuro do motor; todo combustível que sobra e vai para o escapamento pode entrar em combustão e danificar tudo que tiver pelo caminho: sensores de oxigênio, catalisadores, juntas de escapamento etc. Além disso, dependendo do combustível usado, efeitos de corrosão e desgaste acelerado em peças de ferro fundido como o coletor de escapamento, juntas metálicas e carcaça quente da turbina começam a aparecer. Nenhum desses efeitos é imediato, porém em médio e longo termos eles tendem a ocasionar problemas e os primeiros sinais são sensores de oxigênio defeituosos e vazamento em juntas de escapamento.

  3. Tudo bom Márcio? Com um remap simples no wrx 2011, da pra rodar com quantos bar de.rurbina com a mesma segurança original, sem comprometer em nada o motor? É dá pra chegar a 310hp motor? Obrigado.

    • Olá Hugo, tudo bem?

      Sem comprometer em absolutamente nada o motor é impossível. O melhor compromisso entre economia, emissão de poluentes, durabilidade e potência é o que vem de fábrica. Caso você queira modificar qualquer um deles, normalmente os outros são afetados. É possível porém aumentar bem a potência do WRX 2011 com motor e câmbio original sem comprometer ele em longo prazo – normalmente o carro dura muitos anos / dezenas de milhares de quilômetros se a manutenção for feita corretamente e cuidadosamente, bem próxima da durabilidade original e sem problema algum.

      310cv de motor é possível sim e é um valor muito comum utilizando gasolina Podium. Esta até mesmo dentro do que o motor pode render quase que sem modificações.

      Qualquer dúvida é só avisar, abraço!
      Márcio

      • Obrigado pela resposta. E aproveito pra tirar uma outra dúvida que ando encucado e perdendo o sono.

        Acabei fazendo um remap com um amigo que está iniciando no mercado, fui o primeiro wrx.
        Minha dúvida:

        Meu carro atinge pico de boost de 1,2bar e assim que a rotação sobe, 5000 a 6300 estabiliza em 0,8bar me deixando muito frustrado. De acordo c a marcha q eu esteja, cada vez menos dura o pico de pressão turbina, pois a rotação sobe mais rápido.

        Te pergunto, isso é assim mesmo? É uma medida de proteção da minha ECU controlando para q a wastgate estabilize minha pressão turbina em 0,8bar mesmo depois do remap? Pois minha turbina vf52(se n me engano-wrx 2011) seria comprometida com 1,2bar de pressão estável inclusive 6000 rpm? Ou a pressão sempre estabiliza a 0,8bar porque meus bicos não dão vazão para manter o pico (1,2bar) em alta rpm?

        Bom, é isso, queria muito entender se isso é o normal é meu carro é isso mesmo, está no limite ou se posso refazer o remap, ate indo a SP e procurando vcs. Talvez meu carro esteja bom e eu q acostumei c a potência e quero sempre mais..sei lá..

        Um abraço, obrigado!

        • Olá Hugo, é difícil responder a sua pergunta sem um diagnóstico físico/eletrônico do seu carro. A limitação de boost pode ocorrer por vários motivos, incluindo limitações mecânicas, motivos propositais ou por erros no mapa – só analisando pessoalmente para diagnosticar e indicar o que seria necessário para aumentar o boost / potência do seu carro (caso seja possível).

          • Blz. Vou tentar te ligar e ver se seria possível marcar pra vc ver meu carro e até mesmo reprogramar, se for o caso necessário. Obrigado !

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*